Artigos com etiqueta : pagamento

Mirai integra-se com a plataforma de pagamentos PAYCOMET

In Englishen español, en français.

Seguindo o nosso objetivo de oferecermos a mais ampla variedade de opções, a Mirai associou-se à PAYCOMET, uma plataforma de pagamentos muito inovadora e altamente especializada nas necessidades do setor hoteleiro. Esta integração permitirá aos hotéis e estabelecimentos turísticos a plena adaptação à PSD2, assim como o cumprimento da norma PCI. A solução está aberta a contratação por parte de todo o tipo de empresas, em qualquer âmbito geográfico.

 

Além de, evidentemente, permitir a cobrança de reservas diretas no momento com o seu avançado TPV virtual, a PAYCOMET oferece uma série de funcionalidades e serviços que aumentam as possibilidades da plataforma de pagamentos. Entre essas caraterísticas e serviços, destacam-se:

Geração de tokens de cartões: os dados dos cartões são guardados encriptados, pelo que as possibilidades de acesso aos mesmos diminuem. Tal facilita o cumprimento da norma PCI, além de permitir a cobrança de taxas sem ter o cliente presente.

Controlo de fraude: Potentes ferramentas de gestão da fraude, baseadas em regras de scoring, algoritmos avançados, automatização e relatórios.

Apoio especializado: Pode contactar a sua equipa interna de peritos.

Painel de controlo: Com a PAYCOMET terá à sua disposição uma extranet onde pode gerir as cobranças, assim como fazer um seguimento do estado de todas as operações.

Validação de cartões: Uma das necessidades específicas e habituais do setor hoteleiro é a de garantir as reservas de pagamento direto, nas quais não se efetua pagamento exceto em caso de no-show. Esta operação estará brevemente disponível na integração da Mirai com a PAYCOMET.

Métodos de pagamento alternativos: Além dos cartões de crédito e débito, a PAYCOMET aceita inúmeros métodos de pagamento, tanto locais como internacionais, como Bizum, Giropay, Ideal, Klarna ou PayPal. Em breve, estes e outros sistemas de pagamento estarão disponíveis através da integração com a Mirai.

Há mais de 10 anos que a PAYCOMET inova no campo das cobranças e, desde 2018, que pertence ao grupo Banco de Sabadell. Opera sobretudo no âmbito europeu, embora preste serviço a hotéis de todo o mundo. Se for do seu interesse, contacte diretamente a PAYCOMET.

 

Mirai integra-se com Checkout.com como plataforma de pagamento para hotéis

In Englishen español, en français.

A partir de agora, todos os hotéis de clientes da Mirai podem beneficiar da ligação com a plataforma de pagamentos Checkout, de forma a dar resposta a todas as necessidades de cobrança na venda direta derivadas da norma PSD2, para além de poderem aceder a uma grande variedade de serviços relacionados com a gestão de pagamentos, tanto para o cliente final como para o hotel.

A Checkout é um sólido líder mundial que oferece funcionalidades muito interessantes para o setor hoteleiro, como a validação e tokenização sem cobrança, para a garantia de reservas flexíveis, pagamento na divisa do cliente ou várias formas de pagamento alternativas, como Paypal e Sofort, já em funcionamento.

Os interessados devem contactar diretamente com a Checkout para obterem mais informações e para contratação.

Esta é a comunicação redigida pela própria Checkout:

A Checkout.com, prestador de pagamentos líder a nível mundial, assina um acordo com a empresa de tecnologia hoteleira Mirai. A partir de hoje, os mais de 1.200 estabelecimentos hoteleiros da Mirai podem aceder à plataforma da Checkout.com, que oferece o melhor rendimento em operações de pagamentos. Através da integração com a API da Checkout.com, os hotéis têm acesso ao processamento de pagamentos mais rápido e fiável, em mais de 150 divisas, com aquisição no país, filtros de fraude de alta qualidade e uma ampla gama de métodos de pagamento muito conhecidos.

A colaboração oferece aos hotéis uma solução de pagamento perfeita para os clientes, com uma ampla gama de métodos de pagamento a nível mundial, o que permite aos clientes pagar como desejarem. Graças à presença global da Checkout.com, os estabelecimentos comerciais podem aproveitar as oportunidades de crescimento internacional. Para os hotéis com clientes na Europa, o cumprimento dos requisitos 3DS2 é essencial. A plataforma da Checkout.com está otimizada e opera de modo a cumprir com todas as exigências legislativas e é utilizada por milhares de empresas em todo o mundo para obterem uma experiência de pagamento livre de problemas.

Nas palavras de Jacqueline Ulrich, vice-presidente de colaborações de viagens na Checkout.com: “A plataforma de pagamento da Checkout.com permite aos hotéis abordar muitas das suas preocupações urgentes, como aumentar receitas por meio da obtenção de maiores taxas de conversão. Ao oferecer mais formas de pagamento no seu canal direto, os hotéis colocam-se à altura dos canais indiretos, que até agora se focaram na estratégia de aceitação de pagamentos do cliente.

Durante décadas, o setor hoteleiro viu-se prejudicado pelas comissões mistas, que implicam uma falta de visibilidade para a indústria hoteleira. Com os preços transparentes da Checkout.com, baseados em IC++, os hotéis podem ver claramente a distribuição dos custos, o que proporciona uma transparência muito necessária, e podem aproveitar a nossa funcionalidade de comparação para realizar um melhor seguimento e relatório das transações. Esta tecnologia, junto com o impecável serviço de apoio ao cliente da Checkout.com, coloca as nossas empresas hoteleiras na melhor posição para inovar e crescer”.

É assim a integração da Mirai com o gateway de pagamentos Paylands de Paynopain

In Englishen español, en français.

Ainda há pouco informávamos sobre as várias integrações realizadas entre a Mirai e diferentes plataformas de pagamento, com o intuito da adaptação à PSD2. Para entrar em maior pormenor em relação a cada uma delas, começamos por pedir à PaynoPain que descreva o que implica e como os hotéis podem beneficiar da mesma.

mirai + paynopain

Paynopain oferece serviço em Portugal.

Estas são as suas palavras, textualmente…

Desde que se anunciou a PSD2, há quase três anos, o sector hoteleiro viu-se envolvido em vários desafios, dado que a nova diretiva europeia afeta diretamente a experiência de pagamento com cartão no canal direto, e em menor medida no caso das cobranças com cartões do canal indireto.

Durante todo este tempo, nos gateways de pagamento como Paylands da PaynoPain, focamos os nossos esforços não só em cumprir os requisitos que exige o novo protocolo de pagamento 3DS2, mas também em procurar soluções para estes desafios e, assim, ajudar os nossos parceiros, como a Mirai, a reduzir o impacto do aumento dos passos que o cliente tem de realizar no momento de fazer a sua reserva na página web e motor do hotel.

O que fazemos na PaynoPain para facilitar a adaptação à PSD2?

Na PaynoPain focamo-nos em resolver não só o processo para obter o SCA, como também desenvolvemos um Proxy PCI, desta forma poderíamos ajudar tanto o nosso parceiro como o hotel, a nível de Channel ou PMS, a reduzir, e em alguns casos a eliminar, o armazenamento de cartões nos seus sistemas.

Lembremo-nos que, antes da PSD2, já era importante cumprir com as exigências dos regulamentos de proteção dos dados do cartão PCI, e a interconetividade entre o nosso gateway de pagamentos Paylands e o nosso Proxy PCI aumenta as oportunidades do hotel no tratamento dos dados do cartão.

Graças às elevadas capacidades técnicas, mas sobretudo a perfeita compressão do canal direto que a Mirai possui, iremos implementar capacidades transacionais que ajudarão não só a cumprir com a regulamentação, mas também com o objetivo de melhorar a experiência de reserva para minimizar a perda de reservas devido à experiência de pagamento no motor de reservas.

O que oferece a Paylands ao sector hoteleiro?

Uma das funcionalidades mais importantes que a Paylands oferece é a capacidade de validar e tokenizar a transação de um cartão europeu sem necessidade do SCA, isto permite à Mirai efetuar a reserva, mas sem que seja pedida a dupla autenticação ao cliente, reduzindo, assim, a perda de reservas por uma experiência longa ou complexa que causa o pedido de duas chaves, a impressão digital ou qualquer outro processo que o emissor do cartão europeu solicite ao portador do cartão.

phone_paylands_top

Podemos oferecer esta solução sem necessidade do hotel ter de abrir um escritório ou sede fiscal fora do território europeu, graças à nossa ligação a vários adquirentes e processadores de pagamento a nível internacional. Estas ligações permitem-nos oferecer uma forma mais simples de conseguir reservas, de um modo similar a como se fazia há anos, quando se pedia o cartão como garantia sem fazer uma transação, mas neste caso, realizando uma transação de cêntimos para validar que o cartão é real, funciona e não está nas listas negras.

Isto permitirá ao hotel, antes de fazer a liberação da reserva, enviar um email utilizando esse token que levantamos previamente SEM SCA, para solicitar o SCA e poder, assim, enviar transações autenticadas cumprindo a regulamentação. E, ainda que se trate de um processo assíncrono ou em dois passos, é uma opção preferível a arriscar-se a perder a reserva, o investimento em marketing e o objetivo de receitas que o hotel realizou apenas por uma má experiência no momento de autenticar esse pagamento.

Também facilitamos ao hotel o envio dessa ligação para autenticar o cartão através de SMS ou email diretamente desde o painel de comando do gateway que utilize o hotel, sem necessidade de integrações adicionais.

Por último, e não menos importante, encontramo-nos em processo de ajudar toda a cadeia de fornecedores hoteleiros, neste caso com a Mirai, os seus principais channels conectados e PMSs dos seus hoteleiros, na transferência do código de autenticação SCA para o PMS. Isto é vital para que o PMS possa cobrar de forma garantida e sem risco de “não fui eu” as no-shows, consumo no hotel ou qualquer outro encargo extra que seja necessário.

O PMS deve poder usar esse SCA, esse código que deve ser incluído no momento de enviar as transações MITs (Merchant Initiated Transaction), já não se poderá enviar um encargo com o protocolo “Não seguro”, já que deixa de existir na zona UE com a entrada da PSD2, mas antes, deve enviar esse novo tipo de transação MIT indicando além disso, que é uma NO-SHOW, uma marcação ou “flag” que exige a inclusão do código do SCA.

Como atua a Mirai no caso de cobrança das no-show?

A utilização do nosso Proxy PCI permite-lhe enviar de forma segura este código ao PMS, quer seja via channel ou diretamente, podendo o PMS, desta maneira, enviar essa MIT com os dados necessários, garantindo assim a cobrança dessa no-show. Este último é um esforço conjunto liderado pela PaynoPain.

Para além do pagamento com cartão de crédito, facilitaremos à Mirai a utilização de Bizum, Sofort, iDeal, entre outros. E, antes da metade do ano, teremos Apple e Google Pay.

Outras funcionalidades da Paylands

Por último, outras melhorias não menos importantes e muito úteis, podemos agrupar todos os hotéis de uma cadeia num só painel de comando, permitindo a interoperabilidade dos tokens de cartões entre os hotéis ou várias marcas; com capacidade de criar utilizadores para a gestão das transações com várias funções, controlando assim os diferentes acessos que o hoteleiro possa necessitar para gerar relatórios, envios de email com ligação, devoluções, encargos, programação de cobranças parciais, caso o hotel queira oferecer essa facilidade aos seus clientes. Cobrança por IVR (telefone) e muitas outras funcionalidades que facilitam a gestão das cobranças do hotel.

É para nós, como empresa fintech, uma grande oportunidade poder trabalhar em estreita colaboração com empresas como a Mirai, empresas que, para além da sua capacidade técnica, têm uma visão ampla do negócio, bem como um interesse constante em descobrir como melhorar a experiência tanto dos seus clientes hoteleiros, como dos viajantes utilizadores do seu motor de reserva. É por isso que na PaynoPain apostamos com entusiasmo nesta importante sinergia para oferecer aos clientes as mais recentes soluções tecnológicas do mercado nacional e internacional.

Mirai integra-se com todos estes processadores de pagamentos que cumprem o PSD2

In Englishen españolen français.

Mirai integra-se com todos estes processadores de pagamentos

Por esta altura provavelmente já está a par do que implica a nova norma PSD2. Se ainda tem dúvidas ou quer se certificar de conceitos e consequências, no ano passado publicamos este guia para que lhe sirva de ajuda sobre o que implica, onde encontrará respostas a inúmeras perguntas frequentes de hoteleiros.

Do lado prático, o PSD2 significa que vai ter de contratar um processador de pagamentos que lhe resolva as operações das suas cobranças no dia-a-dia da sua venda direta, isto é, que esteja integrado no seu motor de reservas. Avaliar que processador de pagamentos escolher não é fácil, já que tem de ter em conta muitas variáveis. Escrevemos um guia para lhe facilitar este trabalho e para que possa tomar a melhor decisão para o seu hotel.

Na Mirai já há algum tempo que preparamos este momento: o objetivo é poder oferecer-lhe essa integração necessária não só com um processador de pagamentos mas antes com vários, para que escolho o mais conveniente para a sua situação. As diferentes empresas oferecem diferentes preços e serviços, entre eles alguns tão prometedores como métodos de pagamento alternativo para o cliente. Isso irá permitir-lhe oferecer na sua venda direta pagamentos com Paypal, Apple Pay, Sofort, etc.

Estreamos quatro integrações do mais alto nível, que iremos desenvolver em pormenor quanto ao seu conteúdo e detalhes nas próximas semanas:

CHECKOUT

checkout

www.checkout.com

Checkout.com permite que as empresas se adaptem, inovem e prosperem com os pagamentos online. A sua tecnologia torna-os fluidos. Soluções flexíveis, dados granulares e informação instantânea que ajuda empresas globais a lançarem produtos em novos mercados e a criarem experiências excecionais para os clientes. Proporcione os pagamentos mais rápidos e seguros em mais de 150 moedas, com aquisição no país, filtros de fraude mundiais e apresentação de relatórios através da sua API. Aceite os principais cartões de crédito e débito internacionais, bem como os métodos de pagamento alternativos e locais mais populares. Checkout.com foi lançado em 2012 e atualmente conta com uma equipa de 950 pessoas distribuídas por 14 escritórios em todo o mundo, oferecendo experiência local onde necessário. 

 

SIPAY

sipay

https://sipay.es

A passagem dos pagamentos invisíveis. Garanta aos seus clientes a melhor experiência de pagamento em todos os canais de venda: presencial, online, móvel, telefónico… Soluções para qualquer negócio, em qualquer lugar.

 

PAYCOMET

paycomet

www.paycomet.com

PAYCOMET é uma plataforma de dados avançada que ajuda as empresas a vender e cobrar os seus produtos e serviços em todo o mundo. Ofereça soluções de pagamento para venda online, venda telefónica, venda presencial ou soluções combinadas de venda Omnichannel. Entre os seus clientes, conte com start-ups e pequenos negócios da economia digital, como com grandes empresas, cadeias de retail ou grupos hoteleiros. Em 2018, PAYCOMET foi adquirida pelo Banco Sabadell, passando a fornecer serviços de passagem de pagamentos também aos clientes da entidade.

 

PAYNOPAIN

paynopain

www.paynopain.com

PaynoPain é uma fintech espanhola bem-sucedida que está no ativo desde 2011, dando cobertura a pagamentos à escala global. A empresa põe à disposição dos clientes soluções de pagamento inovadoras, como Paylands, passagem de pagamento com tecnologia especializada no setor hoteleiro, ou o serviço PROXY PCI. A sua assessoria e serviço ajudaram centenas de empresas espanholas a cumprir com a normativa PSD2 e PCI e a automatizar as suas cobranças da forma mais segura.

 

Ao longo do primeiro trimestre de 2021, iremos incorporar também a opção de cobrança com criptomoedas da mão de:

CRIPTAN

criptan

www.criptan.es

Criptan é uma plataforma espanhola que visa aproximar o mundo das criptomoedas para mais perto do dia a dia das pessoas, de forma fácil, rápida e segura. No seu esforço para atingir esse objetivo, lançou uma plataforma pelo meio da qual os seus utilizadores podem comprar, vender, guardar, receber e enviar criptomoedas. Para transformar o mundo cripto em algo tangível, utilizável e que agregue valor real, lançou os seus serviços CriptanCard e CriptanPay. O CriptanCard é um cartão VISA que permite pagar em qualquer estabelecimento do mundo, tanto fisicamente como online, diretamente com criptomoedas ou levantar dinheiro numa caixa eletrónica. E o CriptanPay, um portal de pagamentos para que qualquer empresa aceite pagamentos em criptomoedas, de qualquer parte do mundo, mas receba €s na sua conta bancária. A Criptan segue a filosofia #criptoparatodos, permitindo acesso de forma bastante simples a todas as pessoas que não possuem conhecimentos técnicos.

 

Todas estas plataformas unem-se às que já contávamos até agora e que têm todas as garantias:

REDUNIQ

reduniq

www.reduniq.pt

 

ADDON PAYMENTS

addonpayments

www.addonpayments.com

Comercia Global Payments oferece soluções de pagamento a comércios, tanto para ambientes físicos como virtuais, sendo líder no mercado espanhol do seu setor. Foi criada há dez anos e é um empreendimento comum entre Global Payments e CaixaBank. Para ambientes online, a principal solução é a plataforma de pagamentos ADDON Payments, a qual permite que se conecte com parceiros de soluções tecnológicas hoteleiras, como é o caso de Mirai, para criar uma solução que mitiga os riscos de segurança e operativos e, consequentemente, melhora a rastreabilidade das transações. 

Mais detalhes sobre a nossa integração com Pagamentos Addon aqui. 

 

 REDSYS

redsys

www.redsys.es

 

 

PAYBOX BY VERIFONE

verifone

www.paybox.com

 

Para além disso, contamos com integração com as seguintes plataformas específicas do México e da República Dominicana.

BANCOMER (BBVA MÉXICO)

multipagos-bbva

www.bbva.mx

 

CARDNET (REPÚBLICA DOMINICANA)

cardnet

www.cardnet.com.do

 

Quero um processador de pagamentos, o que tenho de fazer?

Contacte as opções que mais lhe interessem e será informado dos seus serviços e condições. Pode contactar também o seu account manager na Mirai que o poderá ajudar e colocar o problema em foco, bem como ceder-lhe os contactos que necessite. Só tem de ter em conta que não somos especialistas em pagamentos, nem poderemos solucionar perguntas concretas e muito menos fornecer-lhe preços.

Quando tomar uma decisão, mantenha-nos informados para uma configuração correta do processador de pagamentos dentro do seu motor de reserva. Da nossa parte, estamos preparados!